Imprensa Internacional noticia as manifestações deste sábado, 3

Imprensa Internacional noticia as manifestações deste sábado, 3

julho 4, 2021 0 Por Diretoria

As manifestações de rua contra o presidente Jair Bolsonaro neste sábado, 3, tiveram repercussão internacional na imprensa. Jornais, agências de notícias e redes de televisão registraram a insatisfação dos manifestantes diante da gravidade da pandemia no Brasil e das denúncias de superfaturamento na compra da vacina indiana Covaxin, assim como a pressão pela abertura de um processo de impeachment. 

Em São Paulo

A organização do #3J em São Paulo antecipou a concentração na Avenida Paulista para as 15 horas. E em poucos minutos, já reunia milhares de pessoas diante do Museu de Arte de São Paulo (Masp) para o #3JForaBolsonaro. Os dois sentidos da avenida, entre dois quarteirões, já estavam totalmente tomados.

Para garantir a segurança de quem participa da manifestação, há diversas barracas de distribuição de máscaras PFF2 – as mais recomendadas para bloquear a transmissão do vírus causador da covid-19. Além disso, também há aplicação de álcool em gel e o incentivo ao distanciamento social.

Nas duas últimas manifestações em São Paulo contra Jair Bolsonaro, mais de 200 mil pessoas estiveram presentes em cada dia. A agenda de luta é organizada  movimentos sociais e populares, sindicatos, organizações feministas e da juventude, que encabeçam o levante pelo impeachment de Bolsonaro, pela vacinação contra a covid-19 e pelo pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia.

Corrupção

Ainda na concentração, os manifestantes criticaram escândalos de corrupção que eclodem no governo Bolsonaro sobre a compra da vacina covaxin. Um grupo de manifestantes realizou um ato simbólico ao despejar tinta vermelha em notas de um dólar com o rosto do presidente. Um dos escândalos que envolvem a compra de vacinas pelo governo apontam para o pedido de propina neste valor para cada dose de vacina comprada.

“A ideia é mostrar como o Bolsonaro desprezou a vida das pessoas ao não comprar as vacinas, e no momento que tentou comprar, tentou superfaturar”, afirma o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão.

Também presente na Avenida Paulista, a presidenta do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), destacou a importância da mobilização. “Muita gente participando. O ato é quente. A campanha é por fora Bolsonaro”, disse.

Com informações de Terra e Rede Brasil Atual