02/01/2019

Valor supera em R$ 44 os R$ 954 de salário mínimo decretado no ano passado e é inferior aos R$ 1.006 calculados pelo antigo governo.

São Paulo – O presidente Jair Bolsonaro, assinou nesta terça-feira, horas depois da sua posse, um decreto onde fixou o salário mínimo dos trabalhadores do país em R$ 998 para o ano de 2019, representando um aumento de 4,61% em relação ao ano passado.

Em números absolutos, o valor supera em R$ 44 os R$ 954 de salário mínimo decretado no ano passado por Michel Temer, que nesta terça entregou a faixa presidencial a Bolsonaro.

No entanto, o valor é inferior aos R$ 1.006 calculados pelo antigo governo.

⇒ Leia Mais em:
Posse é um show de horrores, mas ao mesmo tempo altamente populista

A informação foi publicada no Diário Oficial em edição extra.

O aumento do salário mínimo é decidido com uma fórmula que considera a inflação, a taxa de crescimento do ano anterior e outras variáveis.

Nesse sentido, essa redução entre o valor finalmente decretado por Bolsonaro e aquele refletido nos orçamentos se deve a uma diminuição das estimativas de inflação.

O reajuste do salário mínimo é tradicionalmente decretado nos últimos dias de dezembro, mas o ex-presidente Michel Temer decidiu delegar o assunto ao seu sucessor, que optou por defini-lo horas depois de ser empossado.

Fonte: Exame